Como investir no Tesouro Direto

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Como investir no Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos emitidos pelo governo federal. Ao investir no Tesouro Direto, nós estamos emprestando dinheiro ao país.

 

É seguro? Talvez seja o investimento mais seguro disponível no Brasil, porque até mesmo os bancos quebram antes de um país quebrar.

 

Existem títulos do TD pré-fixados, quando se sabe de antemão o quanto receberemos numa determinada data futura, pós-fixados, quando a remuneração se dá pela taxa Selic e os chamados híbridos, que possuem um componente de remuneração pré-fixado e outro pós-fixado (IPCA).  Destes, o mais conservador é o Tesouro Selic, que tem superado a remuneração da poupança.

Como investir no Tesouro Direto ?

1) Pesquise uma corretora que não faça cobrança de taxa de administração (*)
2) Abra uma conta (**)
3) Transfira o dinheiro
4) Compre títulos a partir de R$30,00

Mais informações na página do Tesouro Nacional


aplicação no tesouro direto
 

(*) Elevadas taxas de administração, por menores que possam parecer, comem a rentabilidade dos investimentos.  Para aplicar no TD pesquise alguma corretora que ofereça 0% de taxa. Veja, por exemplo, corretoras como Easynvest, XP, Rico, Clear, Modalmais etc.  Verifique a não cobrança de taxa de administração bem como a não cobrança de TED, quando da passagem do dinheiro da conta da corretora para a conta do investidor.

O tesouro direto BB, Itaú, HSBC, Santander e Bradesco cobram as seguintes taxas:


  • HSBC 0,40%
  • ITAÚ 0,45%
  • BANCO DO BRASIL 0,50%
  • BRADESCO 0,50%
  • SANTANDER 0,40%



(**) Para abrir a conta na corretora, tenha em mãos Identidade, CPF e comprovante de residência.  Geralmente esse processo de abertura não tem custo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário