As três melhores corretoras para se investir no Tesouro Direto

sexta-feira, 24 de março de 2017

As três melhores corretoras para se investir no Tesouro Direto

A escolha de uma corretora para se investir no Tesouro Direto passa por alguns critérios como segurança, facilidade de uso e custos associados.

 

 

Para novidades, inscreva-se no canal:
https://www.youtube.com/c/educacaomaisinvestimento?sub_confirmation=1

Por que não utilizar o meu próprio banco? Afinal, desse modo, eu seguiria concentrando meus investimentos em um único lugar.


De um modo geral,  os grandes bancos não são exatamente os melhores lugares para se concentrar investimentos.   

Essa comodidade de ter tudo num só lugar tem um preço alto: você acaba arcando com custos que poderiam ser evitados, no caso do Tesouro Direto, e também acaba por abrir mão de melhores rentabilidades em se tratando de outros investimentos em renda fixa, como CDBs e LCIs.

Concentrar tudo num bancão é bom pra ele, não pra você.

Senão vejamos, o sítio do Tesouro Direto possui uma tabela que informa as instituições habilitadas para fazer o meio de campo entre nós investidores e o Tesouro.  

Essa tabela informa se a Instituição possui sistemas integrados aos sistemas do TD (caso contrário a aplicação precisa ser feita no próprio sítio do TD), se permitem aplicação programada (agendamento do investimento) e se cobram taxa.

Para cair na página da tabela, basta clicar no recorte:

corretoras e taxas para investir no tesouro direto

São elencados mais de 60 bancos e corretoras.  Consultando os conhecidos bancões e as suas taxas:
  • HSBC 0,40%
  • ITAÚ 0,45%
  • BANCO DO BRASIL 0,50%
  • BRADESCO 0,50%
  • SANTANDER 0,40%

Mas eu não conheço esse tal de Banco Modal ou essa tal de Easynvest, me sentiria mais seguro pagando a taxa de 0,45% do Itaú.  

Bom, quando você investe em títulos do Tesouro por meio dessas instituições, tais títulos ficam guardados em uma conta de custódia na BMF&Bovespa, registrados sob a titularidade do comprador.  

Ou seja, você pode trocar a qualquer hora de corretora, se assim o desejar, que seus títulos estarão seguros em seu nome. O processo e a segurança são os mesmos, usando um bancão ou usando uma corretora menos conhecida.

Vale ressaltar quem é quem na compra de um título público:
  • O Tesouro Nacional emite o título;
  • A BMF&Bovespa guarda o título e envia extratos ao investidor;
  • A Corretora ou o Banco abre o cadastro do investidor, transfere os valores e os títulos e recolhe o IR;
  • E nós, que investimos no Tesouro Direto.

A página do Tesouro Direto também apresenta um ranking das instituições por número de transações no TD em Janeiro/2017:

  1o Lugar: Easynvest
  2o Lugar: Rico CTVM
  3o Lugar: XP Investimentos
  4o Lugar: Itaú
  5o Lugar: BB Banco de Investimento
  6o Lugar: CEF
  7o Lugar: Bradesco
  8o Lugar: Clear CTVM
  9o Lugar: Santander
10o Lugar: Ágora CTVM

Para comprar títulos do TD, você precisará abrir conta em uma corretora e enviar dinheiro. Se você paga por DOC ou TED realizado, é importante verificar se a corretora possui conta no mesmo bancão que você para fugir desse custo. Mas o ideal mesmo seria abrir uma conta digital que permite DOCs e TEDs ilimitados.

Os juros estão caindo, aplicações de longo prazo, com muitos aportes, podem sofrer grandes estragos em rentabilidade lá na frente por causa dessas taxas que parecem pequenas.  Evite as taxas, não subestime o poder de destruição delas.

Por exemplo, seu filho nasceu e você deseja dar para ele 20 mil reais em 2035, quando ele fizer 18 anosVocê quer que a grana fique protegida da inflação e, se puder render algo, melhor ainda.  

Então você investe no tesouro direto IPCA+ 2035.  Aplicando numa corretora que não cobre taxa, você ira sacar, em 2035, 101 mil reais.  Investindo num bancão que cobre 0,5% de taxa de administração ao ano, o saque será de 96 mil reais.  Uma diferença de 5 mil reais (em valor futuro) para o seu sócio Bancão.

Simule aplicações no Tesouro Direto clicando aqui.

Enfim, meus critérios para escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto:
  1. Que a corretora esteja listada no sítio do Tesouro Direto,
  2. Que a corretora não cobre taxas,
  3. Que a corretora permita aplicações programadas, para automatizar aplicações a partir de depósitos mensais,
  4. Que a corretora esteja "bem falada" na internet, no reclame aqui etc,
  5. Que o sítio na Internet seja bem amigável,
  6. Que o cadastramento da conta seja simples, rápido e fácil.

Baseado nesses critérios, eu escolhi a Easynvest e a Clear.  Estou satisfeito com as duas. Não estou ganhando nada com essas indicações, só estou passando uma experiência pessoal.

E a 3a corretora ?
Ainda estou por escolher.


That's all folks.

Leia também:


Investir em Poupança, CDB ou Tesouro Direto ? 
Investindo no Tesouro Direto (2)
Fugindo das taxas dos bancos  
Novos cartões de crédito sem anuidade

3 comentários:

  1. Eu acho a interface do site da RICO a melhor de todas, não consegui me adaptar à outras corretoras, se bem que eu invisto somente em tesouro direto e renda fixa.

    ResponderExcluir
  2. O Banco do Brasil tá por fora. Quando privatizar vai quebrar.

    ResponderExcluir