Qual é o melhor título do Tesouro Direto ?

segunda-feira, 6 de março de 2017

Qual é o melhor título do Tesouro Direto ?

Agora que eu sei que o Tesouro Direto bate na poupança, é seguro, tem boa rentabilidade e eu posso investir por meio de uma corretora que não cobre taxas,  eu devo investir em qual título do Tesouro Direto ?

 

É possível investir a partir de 30 reais no Tesouro Direto, idealmente por meio de alguma corretora que não cobre taxas. Nos rendimentos dos títulos incide o IR de forma regressiva conforme o tempo da aplicação, com a alíquota chegando a 15% após 2 anos.   

 

Nos 30 dias iniciais do investimento, existe ainda o IOF que regride também com o passar dos dias.  Se você resgatar o título um dia após a aplicação, o IOF comerá 96% do rendimento.  A mordida do IOF vai decrescendo até chegar a zero em 30 dias.  

 

Agora em março/2017 podemos aplicar em 10 títulos diferentes, divididos em 3 grupos:
  • os Indexados ao IPCA;
  • os Prefixados e
  • o Indexado à Selic

 Os Indexados ao IPCA são de dois tipos:  
  • os Tesouros IPCA+ com datas de vencimento em 2024, 2035 e 2045 e

  • os Tesouros IPCA+ com Juros Semestrais e datas venc. em 2026, 2035 e 2050

     

Esses títulos IPCA+ variam conforme uma taxa prefixada mais a inflação do período (o índice IPCA). 

Se você pretende aplicar no longo prazo, querendo se proteger da inflação, por não saber, como eu, o que vai acontecer no país nos próximos vinte anos, essa é uma aplicação a se considerar.

 

Os títulos com pagamento semestral de juros são mais interessantes para as pessoas que pretendem fazer uso da rendimento da aplicação antes da data de vencimento do título.  A desvantagem é que a cada pagamento de juros incide o IR, diminuindo o montante sobre o qual está rendendo juros.  

Enfim, se o investidor está na fase de formação de patrimônio, é mais indicado o título sem os juros semestrais porque o rendimento no final será maior, se o momento for fazer uso da renda, vale a opção pelos juros pagos a cada seis meses.

São três os títulos prefixados:  Um com vencimento em 2020, outro com vencimento em 2023 e o terceiro com pagamento de juros semestrais e vencimento em 2027.  Esses títulos possuem um taxa fixa de rentabilidade conhecida no momento da aplicação.   

É um título mais arriscado, porque a rentabilidade real do mesmo pode ser negativa no caso de uma disparada da inflação (IPCA) e da taxa Selic. No caso contrário, das taxas caírem mais que o previsto, a rentabilidade do título pode se tornar muito boa, se vendido antes do prazo de vencimento.  Chegando no vencimento, o rendimento a ser pago é a aplicação da taxa definida quando do investimento.

 

O título indexado a Selic rende uma taxa definida (hoje 0,06%a.a.) mais a a taxa de juros da economia (Selic). Dos títulos, ele é tido como o mais seguro, pois sua variação é sempre positiva.  No caso da taxa Selic cair, o que acontece com o título é que ele passará a ter, dali pra frente, um incremento menor, mas não uma queda de valor. 

Esse comportamento do título faz com que não se corra o risco de perder dinheiro em ter que resgatá-lo antes de sua data de vencimento.  Desta forma, esse título é indicado para objetivos de curto prazo ou para compor uma reserva financeira que cuide de emergências e imprevistos.

 

Mas... e daí ?   Qual é o melhor título do tesouro direto para se investir ?

 

Se o objetivo do investimento é juntar dinheiro para uma viagem daqui a dois anos ao nordeste, eu iria de tesouro Selic.

Se o objetivo for reforçar a aposentadoria, eu iria de Tesouro IPCA+  com data de vencimento próxima a data da aposentadoria.  Dependendo da reforma da previdência, pode faltar opção de título IPCA+ de prazo longo o suficiente para tal.

Caso eu queira apostar que a Selic seguirá caindo nos próximos anos, eu iria de Prefixado 2023, com ideia de vendê-lo antes do vencimento, se for o momento de uma boa rentabilidade.
 

Se eu pretendesse ir ao nordeste, pensar na minha aposentadoria e apostar numa queda ainda maior da Selic, eu compraria periodicamente os três títulos.

 

Enfim, o melhor título é aquele mais adequado ao objetivo do investimento, por suas características de rendimento e prazo, e, mais importante, o mais de acordo com o perfil do investidor.

 

investimento em títulos do tesouro direto

 

O sítio do Tesouro Direto tem uma calculadora de rentabilidade que pode auxiliar bastante nesse processo de escolha de título.   Quer simular ?  clique aqui






2 comentários:

  1. Achei as dicas bem objetivas e praticas. Mesmo conhecendo pouco o assunto, essas notas ja permitem realizar um investimento consciente.

    ResponderExcluir
  2. Economia, com um refinado humor ingles, parabens!!

    ResponderExcluir