61 milhões de inadimplentes no Brasil e O Risco do Nubank

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

61 milhões de inadimplentes no Brasil e O Risco do Nubank

61 milhões de inadimplentes, e o Nubank com isso?

Brasil bate recorde. Já somos mais de 61 milhões de inadimplentes, segundo dados da Serasa, empresa especializada em informações de crédito.





Se gostar, curta o vídeo: https://youtu.be/Mj5erT1FUSA
E se inscreva para seguir as novidades:  
www.youtube.com/c/educacaomaisinvestimento?sub_confirmation=1

É um exército de pessoas deixando de pagar dívidas como empréstimo pessoal, fatura do cartão de crédito, contas de luz, gás e telefone, dentre outras. Todos esses devedores, incluídos no cadastro de inadimplentes da Serasa, deixam de ter acesso a crédito nos bancos.

Ainda segundo a Serasa, cada devedor está em atraso, em média, com quatro fornecedores distintos dentre bancos, concessionárias de serviços básicos e lojas.

Dentre os principais responsáveis por esta inadimplência estratosférica estão o desemprego e a recessão econômica.

E o Nubank com isso?

A startup do cultuado cartão roxo sem anuidade nem tarifas tem como fontes de receita:

  1. Um pequeno percentual da compra realizada pelo cliente com o cartão.
  2. Os juros quando um cliente paga a fatura com atraso.

O que ocorre quando nós pagamos uma conta na farmácia com o cartão de crédito:

  • Uma pequena fatia do dinheiro vai para o emissor do cartão (no caso o Nubank). 
  • Outra parte vai para a bandeira do cartão (no caso a Mastercard), 
  • Uma terceira parte vai para a maquininha (como a Cielo ou Rede), 
  • Cabendo o restante ao Lojista. 
(Veja também:  Lançada a conta digital Nubank, a NuConta)


Mas quando essa dança do dinheiro acontece?

Vamos supor que você pagou duzentos reais no cartão de crédito. Nesse momento, você passa a dever esses duzentos reais ao Nubank. E o Nubank passa a dever parte desse dinheiro à empresa da maquininha, à bandeira do cartão e à farmácia.

Quando você pagar a fatura do cartão, o Nubank irá retirar 5 reais desse montante para ele, repassando os 195 reais restantes para o pagamento da maquininha, da bandeira do cartão e do lojista.

Mas se muita gente não conseguir pagar suas faturas de cartão de crédito?  O que pode acontecer com o Nubank?  Ele simplesmente pode quebrar.

É por isso que vejo o modelo de aprovação de clientes do Nubank como o coração da organização:
O Nubank precisa selecionar o número máximo de pessoas candidatas ao cartão dentro de uma margem aceitável de risco. Ele precisa afastar os candidatos ao cartão com maior risco de se tornarem inadimplentes, como forma de garantir a sobrevivência da organização. Se fizer isso errado, babau!

Ainda mais nesse cenário terrível de recessão e desemprego, onde a margem de erro é ainda menor.

Se gostou, curta.
E compartilha.  https://youtu.be/Mj5erT1FUSA

E inscreva-se no canal para acompanhar outros vídeos.
www.youtube.com/c/educacaomaisinvestimento?sub_confirmation=1

www.maisinvestimento.com.br.

assista também:
Nubank será o primeiro unicórnio brasileiro? https://youtu.be/yDbNIQlDI34
Grandes bancos pisam na bola e dão espaço para startups https://youtu.be/WYWtiQEtYSA
Nubank ou Digio, cartões sem anuidade https://youtu.be/QHEir08QRCc
Nubank Rewards Programa de Pontos https://youtu.be/7Evl-PTE6mc

Nenhum comentário:

Postar um comentário